Madalena Alves e colaboradores vencem Prémio Nacional de Inovação Ambiental 2006

Projecto do Departamento de Engenharia Biológica da Universidade do Minho vence "Prémio Nacional de Inovação Ambiental 2006"
Equipa vencedora: Diana Sousa, Alcina Pereira, Madalena Alves, Ana Júlia Cavaleiro, Merijn Picavet

Related People


Equipa liderada pela Profª Madalena Alves vence o "Prémio Nacional de Inovação Ambiental 2006" com o conceito de "Reactor Anaeróbio de Manto de Lamas Invertido".


O Prémio Nacional de Inovação Ambiental é uma iniciativa da Indústria e Ambiente, Revista de Informação Técnico-Científica, e corresponde à primeira fase do European Environmental Press Award, "Environmental Innovation for Europe", isto é, à selecção a nível local de candidatos ao prémio europeu. Assim sendo, os vencedores desta 2ª edição serão os candidatos portugueses ao EEP Award. O objectivo é reconhecer as entidades portuguesas e europeias que contribuem para um bom desempenho ambiental através das suas inovações.

O Prémio foi entregue no dia 7 de Junho de 2006 em cerimónia com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República.

Equipa vencedora:
Diana Sousa, Alcina Pereira, Madalena Alves, Ana Júlia Cavaleiro, Merijn Picavet

Resumo do Projecto Premiado - Reactor Anaeróbio de manto de lamas invertido 
A inovação apresentada é uma tecnologia para tratamento anaeróbio de efluentes complexos contendo gordura, permitindo uma produção eficiente de biogás. Ao contrário dos sistemas convencionais anaeróbios de alta carga, não é necessária a utilização de um inóculo com capacidade de sedimentação (grânulos), baseando-se antes na flutuação dos agregados microbianos devido à adsorção dos compostos lipídicos. Este fenómeno de adsorção limita a utilização das tecnologias actualmente disponíveis quando aplicada ao tratamento destes efluentes. Assim, a gordura que era uma fonte de energia renovável não acessível, fica disponível para o sector industrial onde este tipo de efluentes é gerado: lacticínios, matadouros, lagares de azeite, refinarias de óleo, etc. É atingido um óptimo nível de tratamento, acompanhado de uma eficiente produção de uma fonte de energia renovável.

Notícias relacionadas: