IFADAP-LEITE

Project Title
Produção de leite de cabra e de ovelha no Minho – caracterização da fileira e demonstração de novas tecnologias
Project Type
Nacional / Public
Funding Body
Funding Program
Reference
215
Funding
  • CEB: 14 251,00
  • Total: 115 322,00
Start
01-01-2002
End
30-04-2005
Partnership
Universidade do Minho Direcção Regional de Agricultura de Entre Douro e Minho Instituto de Ciências e Tecnologias Agrárias Agro-Alimentares da Universidade do Porto Sociedade Agrícola da Quinta de Cernados, Lda

Principal Investigator

Team Members - CEB

Abstract

Este projecto visa contribuir para a caracterização da fileira de leite de cabra e de ovelha e demonstrar e divulgar novas tecnologias de produção. Com base em 10 explorações caprinas e ovinas (num estudo que envolverá cerca de 1000 animais) serão estudados os modos de produzir e os seus resultados técnico-económicos. Seguidamente serão apresentadas e demonstradas várias propostas para o melhoramento da eficiência do sistema de produção. Aqui se inclui não só o maneio alimentar, como também a identificação animal e a caracterização do seu potencial genético (nomeadamente no que respeita à produção de leite com alto teor de asl-caseína, responsável pelo rendimento queijeiro). No seguimento, são também alvo de estudo novas tecnologias de fabrico de queijo utilizando coalhos de origem animal e vegetal e a congelação como método de conservação e potencial meio para reduzir os efeitos da sazonalidade da oferta de queijos de cabra e ovelha. Dada a tendência para substituir o uso de leite cru por leite pasteurizado e dada a crescente implementação de medidas de higiene ao nível da produção de leite, é abordada a temática da produção de culturas de arranque utilizando bactérias autóctones, isoladas a partir do leite cru não refrigerado. A subsequente utilização destas culturas para o fabrico de novos queijos tem a intenção de fomentar a utilização da referida microflora autóctone em lugar das culturas de arranque comerciais, descaracterizadoras dos gostos e dos queijos portugueses com elas produzidos. Neste ponto, deve salientar-se a contribuição dada por esta estratégia para o substancial incremento da qualidade e da segurança alimentar associadas aos queijos assim produzidos. Por fim, serão produzidos instrumentos de decisão (nomeadamente indicadores técnico-económicos) com o objectivo de facultar aos criadores elementos que lhes permitam melhorar a eficiência do seu sistema de produção e aos decisores políticos analisar a evolução desses sistemas.